Como fazer seu primeiro projeto de código aberto: a história do AlchemyDumps

21/06/2016

Hoje eu estava pensando no AlchemyDumps, um pacote Python que tem uma história legal. Resolvi contá-la aqui e — spoiler — deixar um convite para quem está estudando Python.


Lá para meados de 2013, depois de escrever uma dissertação sobre o caso do Aaron Swartz, enfiei na minha cabeça que eu iria aprender Python. Foi um das decisões mais acertadas da minha vida: foi quando comecei a me reconciliar com o mundo da programação, mundo que eu havia abandonado há uns 7 ou 8 anos.

Comecei fazendo um curso no Coursera, depois fui lendo um livro sobre Python. Fui me atualizar sobre desenvolvimento para web. Fui pedindo ajuda no Reddit e seguindo um tutorial para desenvolver uma aplicação web. Com isso logo coloquei meu primeiro projeto no ar — hell yeah!

Mas eu queria mais. Queria sentir a responsabilidade de ter no ar algo que não fosse apenas um projeto de estudos. Queria um projeto de verdade. Não podia ser coisa grande, eu era um novato em Python. Mas tinha que dar o gostinho de ser algo no qual eu não pudesse falhar (ao menos, não grotescamente). E foi bem nessa época que surgiu a oportunidade de um freela. Um amigo precisava um site para uma exposição, um single page application com um gerenciador de conteúdo básico.

Juntei o pouco que sabia de Python e pensei: consigo! Orçamento enviado e aprovado, desenvolvimento começando, cliente começando a usar as primeiras versões da aplicação, eu muito contente e… com muito medo.

E se eu errasse? Se eu fizesse alguma besteira com o código, tudo bem, o git me salvava. Mas e se eu fizesse algum erro que afetasse o banco de dados, que fizesse meu cliente perder o que ele já havia cadastrado?

Eu estava usando o Flask, logo precisava de uma extensão para o Flask que fizesse backup do banco de dados. Fui procurar. Não achei. Fiquei incrédulo, mas não achei.

Foi assim que nasceu o AlchemyDumps: do meu receio de perder os dados do cliente. Fui estudar e vi que não era muito complicado. Descobri que o ORM que eu estava utilizando tinha um módulo que fazia quase isso: um serializer e um método dumps, ou seja, ele já estava preparado para pegar os dados do banco e me devolvê-los em um formato que eu poderia escrever em arquivo (e, se fosse o caso, importar para o banco de volta sem multa complicação). No mais, foi só fazer uma interface bem básica para o usuário.

O que acho legal dessa história é que não comecei com a pergunta como faço um pacote de código aberto? ou como se inicia no mundo open-source? ou nada parecido. Vi uma necessidade, um buraco. Com o que eu tinha em mãos eu pensei que talvez eu conseguiria preencher essa lacuna. Tentei. Deu certo. Resolvi meu problema, passei a dormir em paz. E de quebra coloquei no ar meu primeiro pacote Python. A necessidade virou oportunidade. E a oportunidade virou um pacote de código aberto. Simples assim.


Isso foi há uns 2 anos. Hoje o AlchemyDumps é usado por aí. Já foram 9 atualizações e 9 pessoas que eu não conhecia já contribuíram com o pacote. Mas confesso que ele anda meio parado.

Nas próximas semanas devo dar um recauchutada no pacote todo. Algumas coisas que tenho em mente:

  • Resolver um bug que a comunidade encontrou
  • Escrever uma API para ele ser utilizado fora do Flask (fazer backup de qualquer aplicação rodando SQLAlchemy)
  • Compatibilidade com o o CLI do Flask 0.11 (e não só com Flask-Script)
  • Usar Click e melhorar o CLI (cores, testes…)
  • Usar async quando der
  • Melhoria nos testes (evitar escrever em disco ou no banco de dados, testes de integração)
  • Melhoria geral do código (escrevi o grosso dele há 2 anos, tenho muito a reescrever com o que aprendi nesse tempo todo)

Então fica o convite: eu vou estar trabalhando nessas coisas nessas próximas semanas. Se alguém aí estudando Python quiser fazer pair programming comigo, é ótimo para aprender. Não importa teu nível: tenho certeza que eu aprendo contigo e você comigo. Me escreva dizendo da tua disponibilidade (dias, horários…) e interesse que combinamos (tem meus contatos no topo dessa página aqui, na barra lateral).

E, claro, quem quiser por a mão na massa sozinho, fiquem à vontade para pull requests e code reviews ; )


Como fazer seu primeiro projeto de código aberto: a história do AlchemyDumps” by Eduardo Cuducos is licensed under a
Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License .